O CRESCIMENTO ABSURDO DA MLS VERSUS A SERIE A NO BRASIL

sucesso-da-mls-comparado-a-serie-a-blog360

Acompanhamos constantemente noticiais positivas da Liga Americana de Futebol a MLS, com números expressivos de crescimento em receita, número de fãs, inovação e publicidade. De acordo com o novo estudo desenvolvido pela Sports Value que compara a realidade financeira da MLS frente a times que participam da Serie A do Brasil – Brasileirão, fica evidente que a MLS que nasceu em 1994 nos Estados Unidos vem se desenvolvendo constantemente nos últimos anos e se continuar assim, ao mesmo tempo que a Serie A perde interesse, a MLS se tornará uma liga maior que a brasileira.

De acordo com a Forbes os atuais 24 times da MLS faturaram conjuntamente US$ 778 milhões em 2017. Já os 20 times brasileiros juntos, segundo a própria Sports Value, faturaram cerca de 4 bilhões de reais, ou seja, 1,1 bilhão de dólares, não muito distante do faturamento da MLS.

Gráfico: Forbes e Sports Value

Gráfico: Sports Value

Todo esse resultado vem graças ao trabalho desenvolvido pela cúpula da MLS, trazendo novas franquias para a liga, além de jogadores com nível de influência gigante como Ibrahimovic, Rooney, David Villa, Pirlo, Kaká e Beckham. Tornando assim a Liga mais competitiva e aumentando o interesse do público americano pelo futebol, preparando o terreno para a Copa do Mundo de 2026.

Veja abaixo o gráfico com o crescimento da audiência da Copa do Mundo nos EUA com Milhões de telespectadores.

Gráfico: Sports Value

Enquanto isso, no Brasil, passamos por uma fase muito difícil com temas relacionados a patrocínio com a diminuição do investimento da Caixa no futebol, dificuldade financeira de clubes por amadorismo em gestão administrativa e financeira, cobertura televisiva em queda e focada em times com maior público, entrada de novos players com serviços de streaming em conflito com modelo tradicional de cobertura esportiva.


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *