Marketing Digital Esportivo – Entenda por completo

Segundo as empresas de serviços online Hootsuite e We Are Social, existem mais de 4 bilhões de pessoas conectadas a internet no mundo, sendo que o Brasil é o terceiro país que mais fica online com uma média de 9h14 todos os dias.

Ou seja, nós brasileiros temos uma grande representatividade no tempo de navegação na internet, principalmente em redes sociais, onde só no Facebook existem mais de 102 milhões de usuários compartilhando momentos (dados Facebook 2016). Além de conectados, somos bem sociais digitalmente.

 

O que é marketing digital esportivo

O marketing digital faz parte do marketing tradicional, mas com uma especialidade focado em canais digitais que são eles: sites, redes sociais, blogs, aplicativos, vídeos, e-mail marketing além de muitos outros.

Quando incluímos esportivo, focamos ainda mais em uma especialidade relacionada ao esporte e suas estratégias de ativação utilizando essa plataforma.

O marketing digital iniciou em 1986 onde foi criado o primeiro software de gestão de dados digital da história. Mas a evolução verdadeiramente se iniciou na década de 90 que foi quando ocorreu um grande crescimento de investimento no desenvolvimento de sistemas e soluções focados em melhorar a vida no trabalho e em funções até então manuais e complexas.

Nesses anos já tínhamos uma grande consolidação em eventos esportivos como a Copa do Mundo, Olimpíadas, Campeonatos de Futebol Nacional entre outras competições esportivas, mas muito relacionado e dependente dos meios de comunicações da época: TV, Jornal e Rádio.

Somente nos anos de 2000 iniciamos uma evolução relevante na era digital com diversos novos canais de comunicação, criando uma velocidade maior na troca de informações e conteúdo. Essa evolução também foi importante para comunicação e jornalismo esportivo, criando assim uma comunicação customizada para cada esporte e equipe.

Quer saber mais sobre Marketing Digital Esportivo?

Confira outras matérias e cases sobre o tema:

Como trabalhamos com Marketing Digital Esportivo?

Digital Transformation in Football Clubs and Federations

Direto ao Consumidor (D2C) para impulsionar vendas, lucros e fidelidade do consumidor em um mundo digital

 

Qual benefício de ter estratégia de marketing digital esportivo

Justamente por rodar em um mundo online, o marketing digital surge com várias características positivas em comparação com os formatos de marketing offline. Por exemplo, por não lidar com impressão em papel ou veiculação em grandes emissoras, o processo de produção do marketing digital é mais rápido.

Mas não para por aí: o marketing digital também ganha pontos por ter um sistema de acompanhamento de resultados melhor e mais preciso do que o de qualquer meio offline. Além disso, se algo der muito errado ou muito certo em sua campanha, é possível fazer correções ou aperfeiçoamentos com ela ainda em andamento.

Por isso, o marketing digital é a melhor maneira de aumentar a visibilidade da sua marca e gerar novos negócios nos dias de hoje.

 

Importância de Digital Analytics no Esporte

Estamos na era do gigante crescimento da quantidade de informações e dados que são gerados pelos usuários, clientes e consumidores em suas ações. Ter o conhecimento, controle e mensuração desses dados (Bigdata) é uma estratégia essencial para tomada de decisões do negócio em marketing digital esportivo, além de ser uma ótima estratégia para melhorar seu produto e serviço.

Compreender o usuário consumidor colabora com o entendimento do consumidor para garantir a melhor experiência em ações digitais e offline. Como desenvolver um plano sem conhecer verdadeiramente o comportamento de consumo do seu usuário?

Com uma estratégia de Web Analytics bem desenvolvida poderá otimizar seu negócio e serviço diariamente, para estar sempre desenvolvendo analises Descritiva e Preditiva, com ferramentas como Google Analytics, Google Trends, Similar Web, Google Attribution, Adobe Analytics e Google Audience.

Para entender seu usuário é essencial entender a sua jornada de conversão relacionada a sua proposta de valor e serviço, só dessa maneira para se tornar competitivo em um mercado totalmente perdido com essas análises, mas seu concorrente pode ser exatamente a empresa que está fazendo isso muito bem, muita atenção. Afinal, essa estratégia não é mais um diferencial e sim algo essencial para o negócio.

Quer saber mais sobre mais como fazer analise digital do empresas esportivas?

Confira outras matérias e cases sobre o tema:

Neymarketing – Neymar effect in the digital sports world: website and social media

The growth of Rakuten in Brazil and Latam as sponsor of FC Barcelona

Best digital marketing practices of football clubs: Bayern Munich

Euroleague positioning on social media: great user growth and engagement

 

Marketing Influencer Esportivo

Cada vez mais estamos vendo o grande crescimento do número de influenciadores digitais, principalmente nas redes sociais, isso não seria diferente no mundo esportivo, onde a imagem do atleta e sua relevância ajuda bastante no posicionamento e awareness de uma marca. Uma estratégia que parece fácil, mas que depende de várias analises para entender quais riscos existem nesse tipo de exposição, afinal é um modelo que costuma ter um crescimento muito rápido pela força da exposição das redes sociais.

Para explicar melhor o poder de influência social dessa estratégia, utilizamos uma pesquisa do Ibope Repucom:

Social – um hábito consolidado entre os fanáticos por futebol

Segundo dados do DNA Torcedor – pesquisa IBOPE Repucom focada no mapeamento dos hábitos e comportamento dos fãs de futebol no país, que representa cerca de 80 milhões de internautas brasileiros com 18 anos ou mais nas 5 regiões do país – o relacionamento e a busca de informação são os principais motivadores para o acesso à internet, 9 em cada 10 internautas brasileiros acessam comunicadores instantâneos (93%) e serviços de e-mail (92%). O uso de redes sociais também segue essa tendência: 89% da população online declararam usar as plataformas de mídia social nos últimos 30 dias, e o mesmo índice se aplica ao grupo “fanáticos por futebol”, o que demonstra que esse já é um hábito consolidado entre os fãs do esporte.

 

Atletas Influenciadores – e sua afinidade com o fanático por futebol

Mas além de um canal para socialização, informação e diversão, os torcedores fanáticos de futebol também usam o digital para se informar sobre esportes. 43% dos fanáticos por futebol acessam sites e redes sociais de atletas/jogadores. Este hábito entre os fanáticos por futebol é 54% superior à população em geral, onde 28% afirmaram acessar sites de atletas e jogadores.

Algumas ferramentas utilizadas para essa análise e monitoramento, AirFluencers, Scup, Social Bakers, BuzzMonitor.

 

Quer saber mais sobre mais como fazer análise de influência de atletas esportivos?

Confira outras matérias e cases sobre o tema:

Neymarketing – Neymar effect in the digital sports world: website and social media

The true digital power of Cristiano Ronaldo – digital marketing and e-commerce

 

O que é Social Listening de marca esportiva

O que é Social Listening

O termo Social Listening significa algo como “ouvinte social”, ou, em outras palavras, a arte de ouvir o que vem das redes sociais. No entanto, essa técnica envolve mais do que apenas “ouvir” o que é dito em sites como Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, Blogs.

Como uma espécie de “garimpo” de conteúdo e menções, Social Listening coleta tudo o que é dito a respeito de um produto, time, serviço ou marca na web. A seguir, separa por categorias essas menções e, por fim, analisa cada uma delas, identificando suas fontes e os possíveis segmentos onde podem estar acontecendo. Tudo isso em tempo real.

Algumas ferramentas utilizadas para essa analise, Scup, Social Bakers, BuzzMonitor.

Quando Social Listening é usado pelas empresas esportivas?

Por ser uma estratégia que analisa os dados e não apenas os coleta, Social Listening é muito efetivo nos seguintes momentos de uma campanha de marketing esportivo:

  • Desenvolvimento de novos produtos e serviços;
  • Monitoramento de campanhas de lançamentos, exemplo Sócio Torcedor;
  • Monitoramento de sentimento em torno da marca ou do time;
  • Criação de alertas para momentos de crise;
  • Mapeamento de influenciadores e detratores da marca;
  • Análise profunda sobre audiência e concorrentes;
  • Otimização social.
  • Monitoramento de atletas nas mídias sociais.
  • Monitoramento de torcedores.
  • Monitoramento de ações dentro do estádio.

Quer saber mais sobre mais como fazer análise de Social Listening de atletas esportivos?

Confira outras matérias e cases sobre o tema:

Neymarketing – Neymar effect in the digital sports world: website and social media

 

Conversão de vendas no E-commerce Esportivo

O planejamento e a estratégia de e-business se tornou crucial para o faturamento de uma empresa, a participação das vendas de produtos no ambiente online já representam mais do que 30% em muitas das categorias. Claro que tudo depende do amadurecimento do mercado e estrutura de e-commerce do país, afinal, muitos países ainda dependem muito do canal de E-Retail, principalmente países da América Latina.

Quando analisamos o mercado brasileiro de e-commerce, falamos de um país em extremo crescimento em diversas categorias, incluso a de materiais esportivos. Mas, o Brasil ainda tem muito o que amadurecer com a exploração das vendas nessa categoria, principalmente no que se refere a clubes de futebol e confederações, com próprio e-commerce. Hoje, quase 90% dos e-commerces no Brasil são terceirizados, grande parte dentro da estrutura da Netshoes.

Na Europa os clubes de futebol, quase que 100% tem seu próprio e-commerce, sua própria loja virtual. Ter seu próprio e-commerce, reflete em diversos benefícios, que estão detalhados na avaliação feita a seguir.

Benefícios de ter o próprio E-commerce

  1. Maior proximidade do público final.
  2. Agilidade na avaliação e mensuração de vendas e KPIs em Real Time.
  3. Promoções ligadas a outras estratégias Offline do Clube, sócios torcedores, tickets, estadio entre outros.
  4. Navegação e design diferenciado de outros clubes de futebol, não segue um template.
  5. Possibilidade de explorar público de outros países.
  6. Tem versão mobile ou responsivo do e-commerce.
  7. Obtém o banco de dados de cada comprador do produto, com maior possibilidade de trabalho de CRM.
  8. Desenvolve estratégia de investimento de mídia com conversão direta para o próprio e-commerce.

Ter o próprio e-commerce, não significa ser concorrente de seus clientes no canal de e-retail, toda estratégia de preço, portfólio, promoção e distribuição podem ser planejados para não criar conflito. Sem dúvida, esse é um novo canal de vendas que pode acrescentar vendas e valor a sua empresa ou entidade esportiva.

Quer saber mais sobre mais como fazer análise de Social Listening de atletas esportivos?

Confira outras matérias e cases sobre o tema:

Tudo sobre E-commerce Esportivo

Melhores E-commerce de Clubes de futebol no mundo: Inter, PSG, Benfica, Napoli, PSV, United, Juventus, Roma, Bayer, Real, City, Dynamo, Celtic, Borussia, Atletico, Shakhtar, Barcelona.

 

Esse é um panorama geral de Marketing Digital Esportivo e E-commerce, quer saber mais ou precisa de ajuda para desenvolver sua estratégia?

Conte com a Sportt: rafael@sportt.com.br

Conheça alguns de nossos trabalhos, clique aqui.